sexta-feira, 29 de abril de 2011

Napoleon Dynamite (2004)




Napoleon Dynamite, é um daqueles casos estranhos de como se pode inovar, fazer bem e captar o telespectador sem violência, sexo ou obscenidades. É um filme completamente nonsense, que surpreendentemente mantém a coerência e a consistência do princípio ao fim. Embora não seja um "filme de época", a atmosfera de princípios dos anos 1980 está por todo o lado, das roupas aos penteados, embora só a personagem Rico assuma (várias vezes) que o tempo deveria ter parado em 1982.

Bem escrito, portanto, e magistralmente interpretado por um punhado de actores entre o semi-conhecido e o desconhecido.

No fundo, é um filme que mostra a vida de um jovem, com o mesmo nome, que vive na pequena cidade de Preston, Idaho, com a avó e o irmão mais velho desempregado. A vida de Napoleon transforma-se: (a) quando a sua avó sofre um acidente ao cair de uma moto e o seu tio Rico, antigo jogador universitário de futebol americano, também desempregado que vive numa carrinha chega para tomar conta da casa enquanto a sua avó está hospitalizada; (b) conhece a sua cara metade numa venda ao domicílio; (c) torna-se amigo de Pedro Sanchez, o novo e "lento" miúdo da escola. O resto é filme!


(excerto do número de dança que Napoleon faz para apoiar a candidatura à presidência da escola do seu amigo Pedro)


video


(Cenas do filme)





terça-feira, 26 de abril de 2011

Lars Saabye Christensen - Beatles


Lars Saabye Christensen custou-me três euros. É cara a cultura em Portugal? Não, em "outlet", com algum tempo e pouco dinheiro encontramos pérolas. Só é preciso alguma agilidade para no meio da quinquilharia "de sucesso" encontrar literatura. E foi o que me aconteceu com este autor norueguês. Depois vim a saber que foi este romance Beatles que consolidou o sucesso de Christensen, tendo vendido 200.000 cópias, apenas na Noruega.
Beatles conta a história de 4 jovens (baby boomers, pois então!) completamente absorvidos pelo vinyl da banda britânica. O seu crescimento, acompanhado de uma ironia ao estilo de m, é feito ao ritmo que cada disco passa na agulha. Por tudo isto é um livro imperdível.
Christensen tem outros livros publicados em Portugal pela Cavalo de Ferro: Herman, Meio-Irmão, O Modelo.




"Lars Saabye Christensen é um dos melhores autores contemporâneos. Escreve romances, poemas, canções rock e guiões cinematográficos. Apesar de não ter uma idade vetusta, é apontado como um sério candidato ao Prémio Nobel."
José Riço Direitinho, Público Ípsilon, 2007-09-21

Colecção "Os incontornáveis da BD" - IRS



Para quem detesta o IRS, finanças e afins, tem dores de barriga quando pensa ou tem de interagir com eles, esta série de banda desenhada/livros aos quadrinhos pode servir para mitigar alguma coisa. Talvez a história destes dois álbuns tenha alguns problemas de realismo... custa-me a imaginar um funcionário (ok, secreto e especial...) do IRS com tanta pontaria, mas o desenho é muito bom e o enredo bem delineado, do princípio ao fim.

Reproduzo abaixo descrição dos dois álbuns que podemos encontrar no site da loja.publico.pt :

A Investigação
Larry B. Max trabalha num departamento especial do IRS (sigla de Internal Revenue Service), a poderosa estrutura governamental que se ocupa dos assuntos fiscais nos Estados Unidos. Tem ao seu dispor todos os recursos informáticos necessários para estabelecer as conexões entre as grandes fortunas e a alta criminalidade. Um dos dossiers mais delicados em que trabalha diz respeito a um judeu americano milionário conhecido pelo seu envolvimento na recuperação dos bens confiscados pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial.


A Estratégia Hagen
Há indícios de que o assassínio, em Los Angeles, de um antigo funcionário da União de Bancos Suíços, tenha sido decretado por um dos colaboradores próximos de Moshe Geldhof, um multimilionário judeu americano envolvido nas operações de recuperação do ouro e bens dos judeus pelos nazis. Larry B. Max, o agente especial do IRS norte-americano, continua a investigar esta personalidade e as suas diligências levam-no até Berna, onde toma conhecimento de terríveis eventos relacionados com o campo de concentração de Auschwitz...